Bienal do Livro – 2010

16 de agosto de 2010 - segunda-feira - 21:46h   •   Categoria(s): Cotidiano

Sábado eu fui na Bienal do Livro que está tendo aqui em São Paulo.

Lia + 60 mil m² de livros = piripaque.

Não, mentira. Até que eu me comportei bem. Fomos eu e a Sayaka. Entramos às 11:00h e saímos de lá às 18:30h. Tirando aproximadamente 1h30 de fila que pegamos para pagar os livros que comprávamos, até que não tá tão ruim ter percorrido 14 ruas de estandes em 6 horas. rs…
Resultado: 11 livros comprados.

Ah, não foi muito, vai! Em se tratando de Lia e talz…

Bom, de cima pra baixo, foram estes os livros:
Carrie, A Estranha – Stephen King: Tinham vários livros do Stephen King em promoção, e a Sayaka #siacabou comprando uns 5. Apesar de eu gostar bastante também do autor, eu fui só de 1, pocketzinho.
A Droga da Obediência – Pedro Bandeira: Quem não teve a pré-adolescência marcada pelas histórias dos Karas? Eu tava faz tempo querendo reler esse livro.
A Droga do Amor – Pedro Bandeira: Cheguei a ler esse também, mas não os seguintes. Aproveitei e comprei todos! rs…
Droga de Americana! – Pedro Bandeira
Pântano de Sangue – Pedro Bandeira
Anjo da Morte – Pedro Bandeira
O Pau – Fernanda Young: A capa é mais chocante que o título, hahaha! Mas lendo a contracapa, achei bem interessante. A Sayaka comprou também.
Comédias Brasileiras de Verão – Luis Fernando Verissimo: acho que li todos os outros coloridinhos dele. Se não tenho, eu pedi emprestado.
Mentes Perigosas – Ana Beatriz B. Silva: Ah, tava lá, do lado, perto dos outros livros que eu tava pegando. Foi junto na leva! rsrs…
A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr: Já tinha lido a sinopse e achado muito legal. Tava vendendo que nem água.
Dragões de Éter vol. 1 – Raphael Draccon: Último dos livros comprados, Sayaka também comprou. Estávamos esgotadas e nem quisemos pedir autógrafo do autor, que estava lá no estande, hihi.

Foi isso! =)

No Twitter, dos que tentaram adivinhar quantos livros eu tinha comprado, quem chegou mais perto foi a Ludmila, que chutou que eu tinha comprado 12 livros. ^_^

10 comentários para “Bienal do Livro – 2010”

  1. Faye disse:

    Nossa! Eu adorava os karas! *O* Adolescência marcada pelo Bandeira! XD
    Deve ter sido maravilhoso…
    Estar cercada de livross! *O* OMG!

  2. Loli disse:

    ué… eu também cresci lendo os karas, mas tenho 19 anos. HAHAHA adoro livro atemporal!

  3. Maru disse:

    aaaai, que delícia! amo ir em Bienal, mas não vou há muitos anos. na minha cidade não tem ;_; acho que eu também ficaria louca e indecisa com tantos livros e ter que escolher apenas alguns…. @___@

  4. Celina disse:

    EU NÃO ACREDITO!!! Nem eu sou tão controlada e olha q minha compulsão por livros é proporcionalmente insignificante perto da sua.

    Conta a verdade… a foto só tem 1/3 dos livros comprados! Não pode ser!!! Na minha mais humilde aposta você voltaria se arrastando de tanto livro.

    Eu estou “conversando” bastante com meu tornozelo. Se ele estiver bem até sexta, eu te aviso. Prepara a outra metade da lista. =P

  5. Luana disse:

    Olha, a coleçao dos Karas é a responsável pela minha paixão por livros!! TODOS muito bons! Pantano de sangue então… de viajar…

  6. Cih disse:

    Nhaaa muita gente esta falando que nem compensa comprar os livros lá, fora o caos e a muvuca é quase o mesmo preço! mimimi.
    Vc foi a primeira a sair com tantos títulos! hehehe
    Kiss

  7. Eduardo Spohr disse:

    Oi, Lia.

    Navegando na internet encontrei o seu post. Legal saber que vc se interessou por “A Batalha do Apocalipse”.

    Caso te interesse, escrevi um tutorial de como ler a obra http://migre.me/15b2V

    Qualquer coisa que precisar estou às ordens. Espero que vc curta o romance :-)

    Bjos,

    Eduardo

  8. Raphael Motta disse:

    Sobre o “Luis Fernando Verissimo” eu não quis comentar dele no comentário anterior pra não estraga-lo… eu realmente não curto ele! Hahaha!

  9. Raphael Motta disse:

    Nossa eu cresci lendo “Os Karas” tbm!! “Droga da Obediência”, “Droga do Amor”, “Pântano de Sangue” e “Anjo da Morte”, nessa ordem! Esse “Droga de Americana” nunca tinha ouvido falar…

    Mas muita nostalgia com seu post! Eu aprendi a ler com essa coleção, até fiz um grupo de amigos e escrevíamos “K” em nossas mãos, tínhamos um local pra nos reunir… uma língua secreta pra se comunicar, etc… será que as crianças hoje em dia ainda leem isso? hehe

  10. Gesiane disse:

    Guria, eu cresci lendo as aventuras dos Karas… Maior saudade agora ^^

Deixe um comentário