Voltando…

15 de fevereiro de 2015 - domingo - 19:05h   •   Categoria(s): Cotidiano, Textos

Oie!!
Resolvi voltar! Alguém aí ainda lembra de mim? Rsrs.


Outro dia, bateu uma saudadezinha desse blog aqui. Fiquei lembrando da sensação que me dava quando tinha ideias para posts, do quanto era gostoso escrever com toda a vontade, fosse para criticar um restaurante japonês zuado, para elogiar um chiclete cheio de firulas ou para falar um monte de bobagem inútil mesmo.

Mas o tempo passou, a vida mudou, eu mudei e, consequentemente, o blog terá que acompanhar essa mudança.
Aos que gostam de cultura japonesa, tenho uma péssima notícia: não é um assunto que me interessa mais. “Mas era um dos tópicos principais deste blog!!” …Pois é, eu sei disso. Mas meu amor por tudo que dizia respeito ao Nihon foi transferido (na verdade, voltou) para a França e, em especial, para Paris. Eu só não sei se vou falar taaaanto sobre Paris quanto eu falava do Nihon.

Praaaaa ser sincera, eu não sei bem sobre o que vou escrever aqui. Tem muitas coisas na minha vida sobre as quais eu não tenho muita vontade de falar.
Trabalho? Não. Eu sou um desses seres abençoados que é pago pra fazer exatamente aquilo que adora. Mas isso não quer dizer que seja interessante pros outros.
Namoro? Não. Pelamordedeus eu ficar derramando aqui tooooda a doçura do meu relacionamento. Argh. Tenho amor e respeito pelos meus visitantes.
Musculação? Não. Até porque não tem nada de muito relevante pra falar. Existem sites especializados muito bons que podem ser bem mais úteis.
O grande problema é: os 3 itens acima ocupam a maior parte da minha vida, hahaha!!

Mas já faz um dias que pequenas e boas ideias vêm surgindo pros posts. Espero que curtam essa nova fase do blog. ^_^

5 comentários para “Voltando…”

  1. Vy disse:

    Eu nem perco meu tempo com ~polêmicas~ lá no interior não. Eles são muito machistas e homofóbicos, nem devem saber o que é transsexualidade e essas coisas. Evito a fadiga, sabe?

  2. HOri disse:

    Bem vinda de volta do mundo dos mortos!

    Eu já tive também esse lampejo de nostalgia. Pensei em montar de novo um blog. Mas depois de um tempo, essa vontade mudou para um diário.

    Acabei instalando o App Day One, e hoje mantenho um diário onde escrevo bastante coisas, mas só para mim. Os assuntos variam muito, desde pensamentos soltos do dia-a-dia até epifanias que quero deixar para (minha) posteridade.

    Não consigo mais escrever para os outros. Meu nível de sinceridade tornou-me um tanto intragável. E eu não teria mais paciência para lidar com leitores, se é que eu teria algum.

    Mas admiro sua vontade de voltar a escrever. Mesmo. Nesses dias onde as pessoas tornaram-se tão selfies, acho legal quando alguém se dispõe a compartilhar pensamentos e não só fotos.

    Ficarei de olho aqui!

  3. Aime disse:

    Eu acho que a graça de ter blog pessoal eh podee falar de tudo, ou não falar de nada rs
    Eh poder mudar renovar e transformar conforme você muda renova e transforma a si mesmo :D
    Welcome back! Cooom certeza aparecerei por aqui! <3

  4. Uau, que volta bem vinda! Pensei até que você fosse apagar qualquer coisa desse blog! Escreve umas amenidades aí, põe para fora umas epifanias que você tiver, sei lá. Eu vou tentar ler! Não garanto, porque afinal eu mal tenho lido blog nenhum (me livrei de todos os gerenciadores de feed, que estavam me deixando obcecado, rs), nem mesmo o seu Verbo: ler. Tá, eu sei que eu estudo Letras é de se esperar que eu me interessasse… mas na verdade sempre tive mais interesse em língua do que em literatura… e ser obrigado a ter uma carga bem maior da primeira pela bendita FFLCH me deu um pouco de preguiça de livros em geral… mas estou me esforçando para melhorar isso. Bem, meu comentário já ficou longo demais. Valeu por ser uma das poucas pessoas que mantém meu Twitter com sentido de existir e torço para você ter inspiração e deixar esse blog uma coisa bem legal.

    À plus!

  5. Vy disse:

    Tirando o tópico namorado, acho legal qd as pessoas normais falam da vida e oq acham da musculação, da dieta, do q faz da vida. Chato só ler a vida glamurizada das brogueiras de moda q tão na moda!

Deixe um comentário