Categoria: ‘Recomendações... ou não!’

Chá verde de toranja e limão

24 de março de 2015 - terça-feira - 11:14h   •   Categoria(s): Recomendações... ou não!

Eu já disse pra vocês que sou aloka da toranja? Um dia eu conto melhor essa história (me cobrem!), mas, só pra resumir, sempre que eu vejo alguma coisa com esse sabor, eu preciso experimentar. Se tudo der certo, eu passo a consumir regularmente, rsrs.

E então, eu encontrei outro dia, no supermercado, um chá verde aromatizado com sabor toranja e limão amarelo.

Achei ótimo por cada saquinho vir embalado individualmente. Bom, gasta mais papel, mas, além de [supostamente] ser mais higiênico, fica mais fácil pra dar de presente pro namorado, hahaha! (Dei 3 saquinhos pra ele e a sogra experimentarem.)

A parte útil da embalagem de papel é que ela serve como puxador do saquinho depois.

O vapor que sai do chá quente tem um cheiro de toranja delicioso! O gosto é bom, normal. Pra mim, tanto fez tomar quente ou gelado, adoçado ou não. Gostei de todos os jeitos. =)

Filmow

17 de fevereiro de 2015 - terça-feira - 11:42h   •   Categoria(s): Cotidiano, Recomendações... ou não!

Vocês já ouviram falar do Filmow, uma “rede social” de filmes? Eu tenho impressão de que ele não é muito conhecido por aí, mas eu tenho conta lá e uso bastante.

Na página inicial, são mostrados filmes estão para estrear nos cinemas, quais já estrearam, além de notícias e alguns destaques.

Na página do seu perfil, aparecem informações do tipo: quantos filmes e séries você já viu, os comentários que você escreveu, quais são seus filmes favoritos.

Dentro das páginas de cada filme, são mostrados elenco, trailer, notícias relacionadas, nota e comentários dos usuários.

Bom, é chamado de rede social porque você pode adicionar as pessoas como amigos. Eu não vejo taaaanta utilidade nisso, mas achei dahora ver quais filmes meus [pouquíssimos, snif...] amigos assistiram e descobrir que gêneros eles mais curtem.

Ah, mas se o bagulho não é muito conhecido e não tem utilidade, qual é a graça nisso, Lia?
Hum, é, a pergunta faz sentido. Bom, vou explicar por que eu sou usuária frequente desse negócio.

Mais filmes vistos
Que eu sou comedora de livros, todo mundo já está calvo de saber. Mas eu percebi, um belo dia, que eu não assisto filmes por hábito ou vício. No modo “normal”, o máximo que eu vou fazer é assistir lançamentos no cinema.
O Filmow me incentiva a ver mais filmes porque gosto de ir lá e clicar em “Já vi”, hahaha!

Saber da existência de outros filmes
Dentro da página de cada filme, além das informações que eu citei anteriormente, também são exibidos outros relacionados (ou que o algoritmo acha que são relacionados, rs), o que é ótimo para você saber da existência de mais filmes. Isso já me ajudou a descobrir algumas preciosidades.

“Será que o filme é realmente ruim ou eu que não entendi?”
As opiniões dos usuários, na sua maioria, parecem ser sinceras e, muitas vezes, bastante úteis se você não entendeu ou não gostou de determinado filme, ou se está querendo decidir se vai assistir ou não.

Listas
Para quem é control freak, o Filmow permite a criação (e visualização) de listas de qualquer tipo. Alguns exemplos que eu vi são:
- Oscar de melhor filme
- Um curta para cada dia do ano
- Documentários que vão expandir sua visão do mundo
- Psicologia
- Nerd movies
Há a opção de você visualizá-las por sua popularidade ou ver os destaques que o Filmow escolheu.
Elas também podem ser públicas, privadas ou exibíveis apenas para amigos.
Eu tenho procurado (e falhado miseravelmente, rs) assistir aos indicados a melhor filme no Oscar. Achei ótimo conseguir ter uma noção, de modo bem visual mesmo, como está a minha “situação” (nesse caso, eu vi 48 de 484 filmes dessa lista, argh!).

 
Curtiu? =) Cria uma conta lá e me adiciona! \o/

Trident Sensations

9 de julho de 2011 - sábado - 12:56h   •   Categoria(s): Recomendações... ou não!

Quem é visitante antigo deve lembrar (ou não) de um post que eu fiz sobre o chiclete Trident Layers.
E não é que ele veio definitivamente pra cá? Com o nome mudado pra Trident Sensations, mas tudo bem…
Bom, cês devem ter visto já nas padarias por aí.
Como da outra vez eu tinha experimentado o de maçã verde com abacaxi, resolvi comprar o de morango com “citrus” (que frescura!).
Pena que tem só uma fileira de chicletes… O Layers tinha duas, hehehe.
Melequinha do meio… rs.

Eu achei bem gostosinho! E é muito cheiroso! Você deixa na bolsa e acaba perfumando todos os objetos dentro dela, hahaha!

Restaurantes japoneses engana-trouxa

18 de março de 2011 - sexta-feira - 16:19h   •   Categoria(s): Cultura japonesa, Recomendações... ou não!

Sou descendente de japa. Gosto de comida japonesa, mas admito que não como de tudo.
Torço o nariz pra um monte de coisa que acho que fede ou acho nojento.
E do fundo do meu coração, eu realmente estou bem longe de ser especialista no tradicionalismo da verdadeira culinária japonesa.

Mas eu sou criticamente avessa e contra esses excessos cometidos na “adaptação ao gosto brasileiro”.

Hoje fui no restaurante Mure, localizado na esquina da Rua Brentano com a rua Nanuque.
20110318_001Rodízio R$ 32,90 de sexta, sábado e domingo, almoço e jantar. (não anotei o preço de outros dias da semana)

Já definindo logo de cara: Não, NÃO GOSTEI.

A decepção já começou quando o garçom foi perguntando o que eu gostaria de comer do rodízio. Dentre os sushis com cream-cheese e California que eu – óbvio – recusei, de repente ele me solta:
“E sushi de goiabada? Vai querer?”
Meu cérebro quase explodiu nesse momento, mas preferi, como sempre, não espancar antes de ter certeza.
“Nossa…! Não…”, respondi com calma.

Analisando o que eu comi (infelizmente não tirei fotos porque fiquei com vergonha, rs):
- De entrada, uma carne branca meio fibrosa que eu nunca tinha comido na vida, com tempero azedinho-salgado-escuro e coberto de cebolinha. Na verdade, fiquei bem na dúvida pra saber se era carne mesmo, haha, ou se era, tipo, vegetal, mineral, sólido-líquido-gasoso. Devia ser algum tipo de peixe. Bonzinho, gostoso, mas não comi muito.
- Gyoza: frito, e não tinha opção de escolher se queria cozido no vapor. Mas com recheio bom e massa fina. Ok!
- Harumaki: crocante mas massudo. Argh!
- Misoshiru: simm, gostoso, apesar de um pouquinho salgado. Melhor que aguado, né!!
- Temaki: gostar de salmão batido com maionese e cebolinha é a maior contradição em relação à minha crítica com modismos na culinária japonesa. Isso eu assumo, de cabeça baixa. Mas… okonomiyaki não vai maionese, não? Aquela Kewpie (medonha)? Enfim, o salmão estava mal-misturado com maionese, e só tinha até a metade. A parte mais funda do cone era só gohan. Me senti com cara de sucker, que nem nos desenhos do Pica-Pau. Lixo!
- Tenpuras: somente cenoura, batata (doce??) e berinjela. Ruim, ruim!
- Sashimi: bem cortado, sem fibras, ok!
- Nigirizushi: 4 pequenininhos, com pouco arroz, ótimo pra não estufar a barriga com gohan. Ponto positivo!
- Uramaki: fui seca achando que era de salmão com maionese… mas era de cream cheese! Afff, quase vomitei! Vieram 4, sobraram 3.
- Jyo: depois de quase ter vomitado o uramaki, peguei um pouquinho da massa branca do jyo, provei e vi que era – ÉCA! – cream cheese também. Lixo!!! Os 2 que vieram ficaram na bandeja.
- Oshizushi: 2 unidades, lindinhos, cobertos com salmão batido, sem cream cheese, mas com um molho escuro doce e ruim, que não era nem molho de tonkatsu, nem teriyaki, nem tare. Ou era tentativa fracassada de ser algum deles.
Também tinha salmão grelhado, shimeji, yakisoba, sushi de salmão-skin e hot-rolls, que recusei ou preferi não comer, depois estar com o estômago revirado de frustração.

Honestamente, eu não me importo de comer pouco e pagar caro quando a comida é boa e você sai feliz. Mas não foi esse o caso.

Resumindo: se você gosta dessas ENGANAÇÕES que os restaurantes-que-se-dizem-japas servem, vá fundo, você vai gostar. Mas pense bem no que você está falando quando afirmar por aí “Aaai, eu adoro comida japonesa!!”.

Amêndoa de wasabi e shoyu

7 de fevereiro de 2011 - segunda-feira - 20:41h   •   Categoria(s): Recomendações... ou não!

Eu agora inventei de comer amêndoa pra segurar a fome.
Li por aí na internet que se comida com moderação, emagrece e traz uma série de benefícios, porque tem gorduras monoinsaturadas e blablablá.
Calóricas? Tudo que se come em excesso é calórico, duuuh!

Mas enfim… achei um pote dahora no supermercado-de-rico que tem perto da minha casa.

Instruções para comer: (rsrs…)
1. Pegue 1 amêndoa. Eu disse UMA!
2. Coma.
3. Vai dar medo.
4. Você vai querer sair correndo pra pegar água.
5. Acalme-se.
6. A impressão de ardido era alarme falso.
7. Passoooou! =D
8. Limite-se a comer 3. rs…

Site: http://www.bluediamond.com