Tag: ‘Aventura/Fantasia’

Bienal do Livro – 2010

16 de agosto de 2010 - segunda-feira - 21:46h   •   Categoria(s): Cotidiano

Sábado eu fui na Bienal do Livro que está tendo aqui em São Paulo.

Lia + 60 mil m² de livros = piripaque.

Não, mentira. Até que eu me comportei bem. Fomos eu e a Sayaka. Entramos às 11:00h e saímos de lá às 18:30h. Tirando aproximadamente 1h30 de fila que pegamos para pagar os livros que comprávamos, até que não tá tão ruim ter percorrido 14 ruas de estandes em 6 horas. rs…
Resultado: 11 livros comprados.

Ah, não foi muito, vai! Em se tratando de Lia e talz…

Bom, de cima pra baixo, foram estes os livros:
Carrie, A Estranha – Stephen King: Tinham vários livros do Stephen King em promoção, e a Sayaka #siacabou comprando uns 5. Apesar de eu gostar bastante também do autor, eu fui só de 1, pocketzinho.
A Droga da Obediência – Pedro Bandeira: Quem não teve a pré-adolescência marcada pelas histórias dos Karas? Eu tava faz tempo querendo reler esse livro.
A Droga do Amor – Pedro Bandeira: Cheguei a ler esse também, mas não os seguintes. Aproveitei e comprei todos! rs…
Droga de Americana! – Pedro Bandeira
Pântano de Sangue – Pedro Bandeira
Anjo da Morte – Pedro Bandeira
O Pau – Fernanda Young: A capa é mais chocante que o título, hahaha! Mas lendo a contracapa, achei bem interessante. A Sayaka comprou também.
Comédias Brasileiras de Verão – Luis Fernando Verissimo: acho que li todos os outros coloridinhos dele. Se não tenho, eu pedi emprestado.
Mentes Perigosas – Ana Beatriz B. Silva: Ah, tava lá, do lado, perto dos outros livros que eu tava pegando. Foi junto na leva! rsrs…
A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr: Já tinha lido a sinopse e achado muito legal. Tava vendendo que nem água.
Dragões de Éter vol. 1 – Raphael Draccon: Último dos livros comprados, Sayaka também comprou. Estávamos esgotadas e nem quisemos pedir autógrafo do autor, que estava lá no estande, hihi.

Foi isso! =)

No Twitter, dos que tentaram adivinhar quantos livros eu tinha comprado, quem chegou mais perto foi a Ludmila, que chutou que eu tinha comprado 12 livros. ^_^

Comentando Livros #15

9 de junho de 2007 - sábado - 20:53h   •   Categoria(s): Comentando Livros

Título: Eragon
Autor: Christopher Paolini
Ano: 2002
Descrição: Eragon é uma história repleta de ação, perigosos vilões e locais fantásticos. Com dragões e elfos, cavaleiros, lutas de espadas, inesperadas revelações e, claro, uma linda donzela que é muito bem capaz de cuidar de si própria. O protagonista, de quinze anos, é um pacato rapaz do campo, que ao encontrar na floresta uma pedra azul polida, se vê da noite para o dia no meio de uma disputa pelo poder do Império, na qual ele é peça principal.
Escala-Lia:
Comentário: Não há como não comparar com LOTR. Deixando então a hipocrisia de lado, digamos que Eragon é um LOTR mais jovem, mais dinâmico, mais “right to the point”. A história já vai direto ao que interessa, ao invés de ficar descrevendo exaustivamente uma festa de aniversário.
O ritmo de todo o livro também permanece alto, com acontecimentos a todo momento.
Evite comparações com o filme. De tanto “apanhar” de desgosto ao assistir filmagens de livros (Código DaVinci foi o caso mais ilustrativo), eu aprendi a ir ao cinema com a mente aberta. Amigos meus detestaram. A minha opinião foi simplesmente “Hum, ok, bonito o dragão”.

Comentando Livros #04

17 de abril de 2006 - segunda-feira - 22:41h   •   Categoria(s): Comentando Livros

Título: As Crônicas de Nárnia
Autor: C.S. Lewis
Ano: 1950 (a primeira crônica escrita)
Descrição: A terra fictícia denominada Nárnia, criada pelo escritor Clive Staples Lewis, é o espaço onde ocorrem as aventuras de animais que podem falar e onde o bem pode combater o mal. Seu enredo, que contém aspectos do Cristianismo, é apresentado de forma mais acessível as crianças. As Crônicas de Nárnia (do original The Chronicles of Narnia), em um único livro, traz os sete volumes que ultrapassaram o status de livros infantis e se tornaram grandes clássicos da literatura.
Escala-Lia:
Comentário: Consegui demorar 3 meses pra ler esse livro. Três meses!!!
Eu diria que Nárnia é Tolkien simplificado para crianças. Li em críticas de sites que, apesar de ser um livro infanto-juvenil, Crônicas de Nárnia encantou também os adultos e blablablá. A proposta do conjunto das crônicas é bastante legal, mas achei as histórias simples demais.
Bom, sim, como eu disse, é um livro pra crianças. Mas ahnnn… O que você esperaria de adulto (mulher) que dissesse “Nhaaai, esse livro é maravilhooooso”? Enfim, é um clássico e recomendo só pra você poder dizer que leu.