Tag: ‘carro’

Sobre farol vermelho, SUV’s e picapes

23 de abril de 2010 - sexta-feira - 19:52h   •   Categoria(s): Cotidiano

E aí que hoje eu me joguei na frente de um carro Ecosport-like (ou chiquemente falando, uma SUV).

Estavam vermelhos para ambos: o farol para o carro, que estava na avenida, e o sinal de pedestre para mim, que estava na faixa desejando atravessar a mesma avenida.
Já fazia uns 2 segundos (calculei mal quando twittei) que o farol tinha fechado e eu vi o carro vindo, devagar. Dado que temos um troço chamado ‘farol amarelo’ que, apesar de muita gente não saber, significa “Atenção”, passar depois de DOIS SEGUNDOS que o farol tinha fechado simplesmente NÃO se caracteriza como subjetivamente perdoável. Significa, sim, ser filho da puta, típico daqueles que só sabem obter as coisas levando vantagem sobre os outros. Ah, e o fato de estar vindo devagar também tem cheiro de receio por estar deliberadamente cometendo uma infração.
Eu já estava atravessando a rua, e nem fudendo que eu ia deixar uma SUV passar na minha frente. Simplesmente continuei andando, me pus na frente do carro, e fiz ‘na-na-não’ com o dedo. A tia (tinha que ser mulher) abriu o vidro e eu berrei “Farol vermelho, moça!!” (por que eu não gritei “Farol vermelho, tia“?) E ela gritou de volta “Tá fechado pra você, não tá vendo?”.
Por causa do que a mulher falou, eu voltei pra casa confusa, me perguntando quem estava mais errado nessa história.
Tipo, eu não atravessei uma avenida com farol aberto para os carros! O farol tinha acabado de abrir para a travessa. E eu não estava fora da faixa!

Outra coisa que me deixou mega emputecida foi o fato de ser uma mulher em uma SUV!
Se tem 2 coisas que eu detesto no trânsito são mulheres de SUV e homens de picape. As mulheres são geralmente essas peruas que dirigem mal e são espaçosas. Os homens são aqueles cuja masculinidade se prova pelo tamanho da cabine ou da caçamba.
É muito claro o motivo pelo qual essas pessoas compram carros assim! É óbvio o efeito psicológico deles sobre o seu próprio motorista. Não é motor, não é tração, nem desempenho do veículo. E também não são pessoas que vão enfrentar estradas esburacadas, ou cheias de lama, ou carregar geladeira em dia de mudança!
Qualé o problema dessa gente? O que eles estão querendo provar comprando esses carrões? “Ai, é tão gostoso dirigir assim, do alto”… Por que essa necessidade de se sentir superior dentro de um carro? Foi zuado na escola durante a adolescência, é? Era sempre o último a ser escolhido pro time na aula de Educação Física? Tomava cuecão todos os dias? E então precisa desse tipo de compensação?

É lógico que eu estou generalizando, né! Tô falando da maioria. Não quero que nenhuma pessoa boa e íntegra se ofenda. Até porque existe uma coisa chamada carapuça, que cada um sabe quando vestir.

Por que a Ford não muda o nome do carro pra EGOsport?

Ps: Algumas pessoas podem achar que eu estou com inveja de gente que pode comprar carrões. Quem me conhece de verdade já sabe a resposta que eu daria.